Sistema Imunológico – Por Dra. Ellen Dantas

Qual a importância do nosso sistema Imunológico? Existe algum exame para diagnosticar a Imunodeficiência?

Só de imaginar nossos filhos com algum tipo de doença já ficamos apavoradas! Sabemos o quanto é importante um bom funcionamento do nosso sistema de defesa para garantir a saúde e o desenvolvimento dos nossos pequenos!

A Dra. Ellen Dantas, Imunologista, vai explicar uma grande novidade para a gente: um novo exame para diagnóstico precoce das imunodeficiências primárias.

Fique ligado!!!

Sistema imunológico da criança

Todos nós temos um mecanismo de defesa, um “exército amigo”,  que defende nosso organismo contra os agentes infecciosos, sejam eles bactérias, vírus ou fungos. É o nosso sistema imunológico.

Porém, algumas vezes as coisas não vão bem. Podem ocorrer alterações genéticas que afetam uma ou mais partes do sistema imunológico. Conhecidas como Imunodeficiências Primárias, são mais de 350 doenças que causam infecções recorrentes, graves ou ainda infecções que não melhoram com o tratamento esperado e o mais comum é que esses sintomas comecem ainda na infância. As famílias devem ficar atentas se começarem a ocorrer infecções respiratórias de repetição (pneumonias, otites, sinusites), diarreia crônica, estomatites recorrentes, monilíase (o famoso “sapinho”) por mais de 2 meses, infeções graves, reações após vacina BCG ou ainda se houver história familiar de imunodeficiências. Hoje sabemos que são mais frequentes do que imaginávamos, mas apesar de todo avanço da medicina, muitas crianças sofrem sem ter um tratamento adequado.

A gravidade de cada doença depende da mutação genética e da parte do sistema imunológico afetada. Em muitos casos, o diagnóstico precoce pode salvar a vida do bebê. Algumas vezes a imunidade está tão comprometida que o único tratamento eficaz é o transplante de medula óssea, que deve ser feito com urgência, mas infelizmente muitas vezes o diagnóstico não é realizado a tempo.

A boa notícia é que pesquisadores brasileiros trouxeram ao Brasil um novo exame de triagem neonatal que pode ser feito junto com o Teste do Pezinho.

A coleta é feita da mesma forma, através de uma gota de sangue carimbada no cartãozinho. Embora não seja um exame de triagem para todas as Imunodeficiências Primárias, auxilia no diagnóstico neonatal do grupo mais grave (as Imunodeficiências Combinadas Graves). Chamado de TREC (do inglês: T-Cell Receptor Excision Circles), avalia se algumas células importantes do sistema imunológico estão com desenvolvimento adequado. Se alterado sugere uma imunodeficiência grave no recém-nascido, que após imediata confirmação, permite um tratamento precoce antes mesmo das manifestações dos primeiros sintomas.

Infelizmente, o teste ainda não faz parte do sistema público de saúde. Vale a pena conversar com seu Pediatra sobre a indicação para o seu bebê.

Dra. Ellen de Oliveira Dantas

Pediatra, Alergista e Imunologiata clínica.
Mestre pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pesquisadora associada à Disciplina de Alergia e Imunologia da UNIFESP.
Professora na Faculdade de Ciências Médicas de Santos.
Comentários

About Author