Repelente infantil

Olá pessoal, a Fefa já tinha publicado esse post, contando a experiência dela com os repelentes. Achamos bacana mostrá-lo para vocês novamente, já que estamos enfrentando um período bastante difícil com a Dengue.
Aproveitem e tentem proteger a família!
Beijos!!!
Oi gente. Tudo bem?
Hoje vou falar sobre minha experiência com repelentes contra picadas de insetos.
Com a chegada do calor, os cuidados com meus filhos fica redobrado, pois são suuuuper alérgicos.
A primeira vez que o Rafael tomou picadas de pernilongo, estávamos na praia. Ele tinha menos de um ano de vida. Eu ainda não usava repelente nele, pois achava que não podia e também não sabia da sua intolerância.
Ele chegou a ter Impetigo (veja aqui) por conta das picadas.
Bom, depois desse primeiro episódio ruim, eu passei a tomar alguns cuidados prévios a viagens e passeios, tais como:
– Mosquiteiro no berço;
– Uso de repelente de 4 em 4 horas;
– Uma semana antes de viajar dava complexo B (não senti que adiantou muito pros meus filhos, mas tem gente que diz que resolve – fale sempre com seu médico);
Já usei 3 tipos de repelentes… O da Johnson’s e Huggies resolvem bem, mas saem rápido, tem que passar com mais frequência. Podem ser usados a partir de 6 meses de vida. O meu preferido é o Exposis. Ele tem versão gel e Spray e é o único que também protege contra o mosquito da Dengue (morro de medo deles pegarem)!!!
Então, mesmo que seu filho(a) não seja alérgico, vale a pena o cuidado contra a dengue.
Não deixem de passar!!!
Beijos
Esses são os Exposis. O primeiro dá para você borrifar por cima da roupa também!!!

 

Comentários

About Author