Quando passar o meu filho do berço para a cama

Estava conversando com uma amiga que está desesperada com a nova situação da casa dela. Sua filha Julia de 2 anos e meio, estava ficando “pequena” para o berço e os pais resolverem comprar uma cama linda para ela. Desde então é um show na hora de dormir e a Julinha vem acordando várias vezes durante a noite… Ela estava super chateada com a situação e se culpando por talvez ter antecipado essa transição.

Aqui em casa foi bastante tranquilo com as minhas duas! O berço se transformava em mini cama, então à partir do momento que notava que elas estavam tentando escalar as grades eu e meu marido já conversávamos com elas, explicando que tinham ficado mocinhas que já estava na hora de ter uma caminha… Elas se sentiam super “grandes”! A troca pela caminha era motivo de festa, de ligações para os avós e familiares para contar a novidade.

Mas realmente essa transição pode gerar duvidas e angustias para os pais. Será que realmente existe “o momento ideal”? E se anteciparmos essa fase? Ou atrasarmos? O que pode acontecer?

Segundo alguns especialistas mudanças bruscas e fora de época podem gerar alguns traumas. Além disso a segurança deve ser levada em consideração. Então como e quando devo fazer isso?

Geralmente a troca do berço pela cama pode acontecer entre 1 ano a 3 anos e meio. Tudo vai depender de cada bebê e do seu desenvolvimento.

Tente fazer o processo da forma mais natural possível, apontando os ganhos e mostrando tudo pelo melhor caminho. Vale a pena fazer bastante festa e elogiar muito o momento! Por aqui ajudou muito!

Nunca force a criança! Sempre achei que uma boa conversa, adequada para a idade, funciona muito! A Luísa, por exemplo, ama a Ariel. Meu marido falou que a Ariel tinha uma cama igual, que era de princesa, etc… Ela topou na hora!!!

Uma das coisas que pode ajudar também é envolver a criança na mudança… Ir com ela escolher a cama, comprar um jogo de cama novo…

Enfim, como em tudo na maternidade, não existe uma receita pronta! Temos que sentir e respeitar a individualidade de cada criança e com muito carinho e paciência tentar conduzir essa fase.

E por aí? Como foi essa troca?

Conte pra gente!

Beijos!

troca berço e cama

 

Comentários

About Author