Quando devo me preocupar em operar as amígdalas do meu filho?

Meninas e meninos que nos visitam por aqui… Hoje vou contar pra vocês sobre a cirurgia de amígdalas do meu filho Felipe.

Na verdade, o Rafa também operou, ele tinha amígdalas grau 3, mas o problema maior dele era a adenóide (falei aqui).

Já o Pipe tinha amígdalas grau 4, encostavam na parede da garganta. Eram simplesmente GIGANTES. Sorte que ele não teve infecção nos últimos tempos, pois causaria hipertrofia da região.

Um dos motivos que nos levou a decisão de operá-lo foi que ele tinha muita dificuldade em comer e não ganhava peso como deveria. Ele fechava os olhos sempre para engolir o alimento, não tinha prazer nenhum em fazer uma refeição (acredito muito que pela dificuldade), e pra mim era um momento angustiante, pois era uma verdadeira novela mexicana.

Passada a cirurgia (tensão total pra mim), a recuperação (que não é simples), ele está com outra vida.

Parece mentira, mas ele raspa o prato, come bem e feliz. Está com prazer em se alimentar… e eu feliz da vida.

Então fiquem de olho e conversem com um médico, pois nem todos os casos são cirúrgicos.

Beijocas

ronco-saos-polissonografia-com-atualizacao-diretriz-2014-bjorl-42-638

dor-de-garganta-710x400

Comentários

About Author