Promovida a Mãe – Por Patrícia Maldonado

Estamos suuuuuper felizes com o depoimento de hoje!!!

Imaginem uma mulher linda, simpática, super jornalista e hiper, mega, blaster mãe?!

A Patrícia Maldonado é uma pessoa que admiramos muito e hoje vai dividir com todos vocês um pouco sobre sua Promoção a Mãe de duas princesas lindas!

Aproveitem a leitura para conhecerem um pouco mais dessa mamãe maravilhosa.

Beijos
cc81543c-2a00-4d7a-93ae-c3d557de8e73“Sempre quis ser mãe. Mas não era um sonho tão fácil de ser concretizado. Primeiro não achava ninguém que dava mostras de que seria um pai legal. Quando achei a carreira estava no auge. Não tinha tempo pra nada. Não era dona da minha vida. A ginecologista alertou: “você toma pílula faz tempo, melhor parar se quiser engravidar daqui a um ano e meio mais ou menos”. Parei. Minha próxima menstruação não veio. Era a Nina a caminho.
9f12ec1f-daa5-45b5-9e07-f6c7346d4b4e

Passei uma gravidez tranquila no que diz respeito a sintomas, mas punk quando o assunto é trabalho. Por causa de stress quase entrei em trabalho de parto – no trânsito – com 30 semanas. Tive que desacelerar, fazer repouso. Mesmo assim acabei apresentando programas ao vivo na véspera de um dos dois dias mais importantes da minha vida (jornalista sofre…).
25 de junho de 2010, 8 horas da manhã fui pra maternidade sem saber o que esperar, sem entender aquele misto de emoções: medo, insegurança, alegria, ansiedade. Sem saber se ria ou se chorava. As 3 da tarde ela nasceu. E eu sorri. E chorei. Muito. Por tudo. Por pensar que a partir daquele momento aquele serzinho dependia de mim, por imaginar o futuro dela, por prometer pra mim mesma ser a melhor mãe do mundo.
Uns dez meses depois, ainda amamentando, me lembro de ter dito ao meu marido que havia esquecido de tomar o anticoncepcional na véspera (bem na noite em que decidimos comemorar algo especial e namorar bastante). Ele riu e disse pra eu não me preocupar, ninguém ficava grávida assim tão fácil. Quando a Nina fez um ano lá estava eu, abrindo o resultado de um exame que mostrava que ele estava enganado. Eu ficava grávida fácil sim! Maitê estava a caminho.
c2cd2f2d-e4d1-487c-8809-fcb341d24066
Dessa vez uma gravidez mais tranquila com relação a trabalho, mas com sintomas que me fizeram parar em vários momentos na cama e no hospital. No dia 31 de janeiro de 2012 o médico fez um último exame e me mandou direto para a maternidade. Minha caçula estava chegando. Dessa vez eu não tinha tanto medo do que me aguardava, não estava tão tensa, já sabia ser mãe, certo? Errado! Sorri e chorei tudo de novo. Primeiro quando percebi que amor de mãe só multiplica e depois quando Nina e Maitê se conheceram. Era muita emoção para uma pessoa só!!!
fa048146-4454-4af7-89e3-1fc81055146c
Hoje, com Nina prestes a completar 6 anos e Maitê com 4, o que eu posso dizer é que ser mãe é muito mais do que sempre imaginei. Que é a viagem mais linda que eu já fiz e a aventura mais maluca que já encarei. Que durmo e acordo pensando nelas e que se eu puder dar um conselho pra alguém esse conselho seria: TENHA FILHOS.”.
1483bf62-e217-4021-ac7f-d803684b9421
13d93f37-3a7b-466a-8fb0-35472fb79a00
6d260409-53af-4377-b948-bc14e138c6a5
Comentários

About Author

2 Comentários