Temos o maior emprego de nossas vidas: somos mães!

 

7/04/2017

comente

Notas escolares – O que isso diz sobre meu filho?

Mamães e Papais

Uma das coisas que venho aprendendo com a Laurinha é respeitar o limite de cada um! Também já fui uma mãe que sonhou em colocá-la na escola mais forte de São Paulo, talvez uma bilingue… E pelas circunstâncias da vida fui apresentada à uma nova realidade! Graças a deus!!!!  Será que tudo isso que citei faria minha filha feliz? Hoje respondo com toda certeza que não! Não tenho a menor dúvida de que saber respeitá-la quanto ser humano, enxergar seus limites e potenciais e entender suas reais necessidades a tornará  uma pessoa feliz. Isso sim é a minha real preocupação! E digo mais: não só com a Laura mas também com a Luísa!!!

Acho que hoje as crianças são muito cobradas! Elas tem que estudar na “melhor” escola, ter notas altíssimas, grafia perfeita… Porém os pais acabam se levando por cobranças sociais e esquecem de olhar para o seu próprio filho!

Recentemente, li um artigo do site Psicologias do Brasil que traduz exatamente isso tudo que falei acima!

Espero que sirva como uma reflexão para cada um de vocês!

Beijos!

notas escolares

As Crianças não são definidas por notas escolares

A sociedade alimentou a hiper-paternidade ou, o que é a mesma coisa, a obsessão dos pais para que os filhos alcancem habilidades acadêmicas específicas que garantam uma boa profissão no futuro. E por vezes esquecemos, como sociedade e como educadores, que as notas escolares não definem o valor de uma criança.

Como consequência, acabamos descuidando das habilidades da vida ao não aliviar o nosso empenho para priorizar os resultados acadêmicos. Nossos filhos são pequenas pessoas que não são definidas pelo seus êxitos ou fracassos, mas sim por serem eles mesmos, únicos por natureza.

É mais fácil criar crianças fortes do que consertar adultos quebrados

Para garantir o bem-estar infantil e adolescente, é preciso fortalecer psicologicamente as crianças e prepará-las para encarar as dificuldades emocionais e interpessoais que acompanham de maneira intrínseca a vida cotidiana.

Porque, ao final, a vida não é apenas o que se lê nos contos de fadas, e isso é algo que devemos ter muito presente nas nossas crianças. Apenas dessa maneira daremos às nossas crianças habilidades para minimizar o mal-estar e prevenir os problemas psicológicos que surgem das próprias dificuldades vitais.

Isso as ajudará a crescer saudáveis e a desenvolver uma personalidade saudável que foque no bem-estar e na qualidade de vida. Assim, as bases desse mesmo fortalecimento  são estabelecidas por 3 pilares:

  • O equilíbrio emocional.
  • As relações interpessoais satisfatórias.
  • O desenvolvimento pessoal e profissional.

A infância é uma etapa crucial para adquirir e desenvolver competências psicológicas que permitem uma evolução favorável desses três pilares do nosso bem-estar. No entanto, como comentamos anteriormente, como sociedade priorizamos em nossos filhos o desenvolvimento de competências acadêmicas, esquecendo de ajudar-lhes a pensar, sentir e atuar de forma mais proveitosa.

Notas escolares: a matéria mais importante da sua vida não é a matemática

A matéria mais importante na vida de nossas crianças não é a matemática nem as ciências ou os idiomas estrangeiros, mas sim sua capacidade para se adaptar ao seu redor, administrar suas relações, suas emoções e seus pensamentos. Para isso é fundamental que a educação comece por nós.

Ou seja, se queremos ajudar nossas crianças a gerir bem sua raiva, não podemos conseguir isso se explodimos toda vez que não gostamos de algo. Da mesma maneira, se não estamos bem, não educaremos da forma correta. Por exemplo, não conseguiremos calma e motivação em nossos filhos se temos altos níveis de estresse e frustração.

Não medir o afeto é essencial para transmitir amor aos nossos filhos: o excesso de afeto não é desejável, aquele que surge depois de episódios negativos de má conduta. Não é adequado reforçar a desmotivação diante das tarefas escolares. Além disso, é importante destacar que:

  • É adequado dar afeto físico: ou seja, abraços, beijos, carinhos, olhadas…
  • Devemos elogiar os êxitos das crianças de maneira correta.
  • Devemos estar dispostos a ver e responder às necessidades emocionais das crianças.
  • Devemos proporcionar um refúgio seguro onde a criança sinta o nosso apoio.

É essencial nos interessarmos pelas suas motivações, interesses e preferências. Mesmo assim, é importante se envolver na escola e evitar se intrometer na vida das crianças de maneira crítica e desafiadora.

Mas, sobre todas as coisas, não podemos defini-los com base nas notas escolares. Eles não são preparados ou desorientados, ou bons, nem maus, são ELES mesmos na essência e com liberdade.

Kika Nalli

0    comentários
1  AMEI!

5/04/2017

comente

Festa de criança – Ninjago

Festas

Oie!

Vamos falar de festa?

Hoje separei ideias com o tema Ninjago. Por aqui faz sucesso com os meninos e eles dizem que o próximo aniversário será deste tema… Até lá muitas águas vão rolar.

De toda forma já comecei a dar uma olhada no que tem e fica de inspiração pra vocês!

Beijocas

Vou começar pelos bolos decorados. Obras de arte!!!

7d2b269f17530c157e9df4a6b395d65709558cec765fe68fda2e4329daf150da

89500bb6e9aab7d07a490ee5654b338828d1d4faccaf02e34b1492514a201e9b

Mesas lindas… Difícil dizer qual gostei mais!

img_2873 751db31eaafe78963ea24955adb54046

View More: http://abigailscott.pass.us/6birthday 1c7286e0ceeab78c49b10e9e488def4a

1db041cc5199e620ad9a790865df9f39DSC_0634

a75fdb6b5c2de1f03a3ee1eb45f8690a ninja-ninjago-chinese-boy-birthday-party-image3

Balões…

041dcbb4f38f292682dce2417792fbc63167ec00da7b2a78be7d27673341633d

Detalhes que dão um up especial no evento.

4f28a74d672827fea40157547c75b927 50c98780a00674f4434f0062134e865a

4309599af960371ad4ddb60b9ac2c9e268ddf4bdd2bf3962b621b26fdc61fc66 f4075af37fd165893c87553d5aa9e301

Embalagens de lembrancinha. AMEI!

f3a04d34b4859240d6aff2fe4ba7c155

56706f1eb88e217950a94774ed773341

Fefa Alfano

0    comentários
3  AMEI!

3/04/2017

comente

Método Canguru – Atenção Humanizada ao Recém-nascido de baixo peso (Por Karina Lara)

Colaboradores

Oie gente!

Já ouviu falar no método canguru?

Hoje a fisioterapeuta e assessora materna Karina Lara vai contar sobre a importância deste método, principalmente para bebês prematuros.

Boa leitura!

Beijos

075287bbe67481d05762aec875f70cf1

Eu sempre fico emocionada ao falar desse assunto, pois vivenciei a experiência por 10 anos no contato diário com bebês e suas mães em uma Unidade Neonatal. As demandas maternas e suas histórias transformaram meus questionamentos e estudos em minha dissertação de Mestrado. Vamos ao Método Canguru!

A atenção humanizada e de qualidade ao prematuro e sua família é preconizada pelo Governo Federal e se firmou oficialmente através da criação do Método Canguru. A mudança na forma do cuidado neonatal proposta por este método está baseada na promoção do contato pele a pele, no respeito às individualidades, na promoção do aleitamento materno e no envolvimento da mãe nos cuidados com o filho.

Muitas pessoas conhecem o Método Canguru porque já utilizaram ou já viram alguma vez uma mamãe com o bebê no colo, na posição canguru (o bebê em contato pele a pele na posição vertical sobre o tórax, junto ao peito da mãe, do pai ou outro familiar). Porém, o Método é muito mais do que o posicionamento, ele é amplo e abrange três etapas. A primeira etapa é realizada na unidade neonatal, com orientações e estimulação da presença dos pais e participação nos cuidados com o recém-nascido. A posição canguru é proposta sempre que possível e desejada. A segunda ocorre na enfermaria Canguru, onde o bebê permanece de maneira contínua com a mãe. A posição canguru é realizada por tempo indeterminado, sempre que seguro e agradável para a dupla mãe-bebê. O acompanhamento ambulatorial da criança e da família acontece na terceira etapa, após a alta hospitalar.

O programa pretende não apenas favorecer a melhora e manutenção da saúde do recém-nascido prematuro, mas também incentivar a formação do vínculo entre a mãe e o bebê. O Método aposta na aproximação cotidiana da mãe com o bebê, no contato físico (pele a pele) de forma gradual, crescente e seguro, no estímulo à amamentação e participação nos cuidados diários como elementos que reforçam o envolvimento afetivo precoce e os papéis de cuidado com os filhos concentrados principalmente no desenvolvimento da maternagem prazerosa.

Lamy e colaboradores (2008) realizaram um estudo comparando dezesseis unidades que possuíam ou não a segunda fase do Método Canguru, foram incluídos 985 recém-nascidos pesando entre 500 e 1.749g. Eles verificaram que as unidades canguru tiveram desempenho nitidamente superior em relação ao aleitamento materno exclusivo na alta (69,2% versus 23,8%) e aos 3 meses após a alta, menores percentuais de reinternação (9,6% versus 17,1%). Os autores concluíram que a estratégia de humanização adotada pelo Ministério da Saúde é uma alternativa segura ao tratamento convencional e uma boa estratégia para a promoção do aleitamento materno.

Portanto, compartilho com vocês, essa importante ferramenta adotada pelo Ministério da Saúde, que favorece o empoderamento das mamães e estreita a relação do cuidado materno, assim como promove o aleitamento materno. Vamos divulgar!

Brasil, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Área de Saúde da Criança. (2009). Atenção humanizada ao recém-

nascido de baixo peso: Método Canguru. Brasília: Ministério da Saúde.

Lamy Filho F, Silva AA, Lamy ZC, Gomes MA, Moreira ME; Grupo de Avaliação do Método Canguru; Rede Brasileira de Pesquisas

Neonatais. Evaluation of the neonatal outcomes of the kangaroo mother method in Brazil. J Pediatr (Rio J). 2008;84(5):428-435

 

Karina Lima Lara

Fisioterapeuta e Assessora Materna da Mami Care

www.mamicareassessoria.com

Instagram: @mamicare

Facebook: Mamicare

E-mail: contato@mamicareassessoria.com.br

Telefone:(11) 99613-8984

Promovida @ Mãe

0    comentários
3  AMEI!

clique aqui para carregar a versão desktop

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br

já curtiu a nossa fanpage?
siga o nosso instagram:
@promovidaamae

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br