Mudança de escola e dicas para adaptação

Mãe sofre por antecedência, concordam? Kkkk
Estou desde ano passado super ansiosa e angustiada, pois meu filho mais velho mudou de escola.
Claro que pensamos no melhor pra ele, acreditamos que a troca terá muitas vantagens, mas ele ADORAVA o antigo colégio e eu também!!!
Resolvi contar esta semana, poucos dias antes das aulas começarem, sobre a mudança, mas antes disso ensaiei diversos discursos (ele é inteligente e me daria muito trabalho dependendo do que eu falasse… kkkkk).
De início pensei em falar que ele ia mudar porque cresceu, e na escola nova o irmão vai com ele… Escola de irmãos, etc. Meu marido me alertou e achei bem relevante o que ele disse: “Vai que ele culpe o irmão pela troca. De início pode não gostar e acabar pegando pesado com o Felipe”. Pura verdade!!! Coitado do Pipe que não tem naaaada a ver com essa história…rs
Bom, resolvi falar da forma mais “tranquila” e segura a VERDADE (sempre a melhor opção na minha opinião): “Você mudou porque achamos melhor! Os antigos amigos continuam amigos, terão novos, um ambiente maior, etc etc etc…”.
Na hora ele não curtiu. Disse que não iria (como eu imaginava), mas no decorrer do dia foi perguntando algumas coisas e resolvi também levá-lo no supermercado para fazer compras do que gostaria de levar de lanche (já dei minha sugestão de cardápio semestral. Veja aqui), pois na outra escola ele não levava de casa. Foi bem bacana porque ele até soltou algumas vezes: Ïsso vou levar pros meus amigos comerem comigo.”. Achei muuuuuito fofo.
Como na prática tudo é um pouco diferente, depois volto aqui para contar para vocês esta questão de mudança dele e adaptação do menor.
Abaixo, algumas dicas para fase de adaptação na escola:
  • Converse sempre antes do início das aulas sobre a escola. Mostre segurança (estamos fazendo o melhor pra você);
  • Se for possível leve a criança antes do início das aulas para se familiarizar com o novo ambiente;
  • É muito provável que a criança chore nos primeiros dias… Ás vezes no primeiro mês. Mas não desista!!! Seja firme. Converse que ela terá muitos amigos e atividades bacanas;
  • No início talvez ela ache que você vai “abandoná-la”. Diga o quanto ela é importante, o quanto você a ama e que vai voltar em breve (depois de um tempinhos eles entendem isso. Se sentem seguros nesta questão que os pais vão, mas voltam!);
  • Às vezes (acho que sempre!! Rsrs) a despedida é mais difícil para os pais do que para as crianças. Não precisa ficar prolongando este momento. Acredite que depois que você sair do olhar do seu filho, ele vai parar de chorar no mesmo minuto (ou logo depois) e partir para uma boa brincadeira!!!!
Espero ajudá-las!!!!
Boa sorte pra nós!
Beijos
 
 
Comentários

About Author

1 comentário