Moleira no bebê

O que é a moleira no bebê? Qual é a sua principal função? Quando devo me preocupar?

 

Confesso que sempre tive um pouco de aflição das moleiras… Moleira ou fontanela são aquelas aberturas na cabecinha do bebê logo que ele nasce.

Na hora de dar banho ou até mesmo pentear o cabelo das meninas tomava super cuidado nas regiões mais molinhas.

Vocês já observaram que o pediatra passa a mão nessas “moleiras”. Um dia perguntei para a  pediatra o porque de examinar essa região e ela me disse que se encontrado alterações na moleira, elas podem sinalizar várias coisas sobre o estado de saúde do bebê.

Coisa séria né gente? Que tal falarmos um pouco mais sobre o assunto na tentativa de ficarmos bem informados e atentos?!?

O que são as moleiras?

As moleiras ou fontanelas são aberturas no osso do crânio do bebê separadas por linhas também abertas, chamadas suturas.

Para que serve a moleira?

Promover o momento do parto, facilitando assim a passagem do bebê pelo canal vaginal e permitir o crescimento adequado do cérebro.

Quando as moleiras são fechadas?

No primeiro ano de vida, o cérebro cresce metade do seu tamanho que terá quando adulto, alcançando quase seu crescimento total ao fim do segundo ano de vida.

As aberturas do crânio (fontanelas ou moleiras) fecham-se nesse intervalo. A fontanela menor fecha-se até o segundo mês de vida do bebê, já a fontanela maior fecha-se entre o nono e décimo quinto mês mês.

Como saber se está tudo bem?

Leve seu filho no pediatra regularmente ( o ideal é 1 consulta por mês até o 8º mês de vida).

Observe bastante seu filho em casa. O crânio do bebê deve crescer em formato harmonioso. Se você nota algo estranho como uma cabeça pontuda, achatada, torta, etc. ou algum conhecido comenta isso com você, preste atenção e leve seu bebê ao pediatra o quanto antes, pois pode ser sinal de algo errado.

O que não é normal na moleira?

Ela não deve estar nem levantada (abaulada) e nem rebaixada (afundada).

Rebaixada: Ela pode ficar um pouco rebaixada nos dias quentes. Não é necessariamente sinal de desidratação. Mas fique atento!

Levantada: Mais raro é a moleira levantar. Sinaliza aumento da pressão intracraniana. A causa pode ser uma infecção ou um problema metabólico. Se acontecer, corra para o médico!

Principais alterações:

Cranioestenose:  caracterizada pelo fechamento precoce das fontanelas e suturas, ocorrendo deformidades no crânio, já que o cérebro fica sem espaço para crescer adequadamente.

Plagiocefalia Posicional: é uma deformidade do crânio (assimetria craniana ou cabeça torta) que pode ocorrer devido ao posicionamento do bebê no útero, de um parto complicado ou de uma gravidez de gêmeos. Em muitos casos a assimetria “some” com o tempo, porém se alguns cuidados não forem tomados antes do fechamento das moleiras essa assimetria ficará para sempre. Dentre as dicas para evitar que a assimetria se perpetue está a variação da posição da cabeça do bebê, ou seja, não deixar o bebê por muito tempo com a cabeça repousada sempre em mesma posição.

Fontes: Guia do bebê, Revista Crescer

 

Comentários

About Author