Meu filho está com febre. E agora?

Meu filho está com febre. O que devo fazer? Quando devo procurar o pediatra?

Febre é um motivo de grandes preocupações para nós papais e mamães… Ver nossos pequenos abatidos então… É de partir o coração!

Sempre que as meninas apresentam algum quadro de febre, tento monitorar a temperatura o mais de perto possível. Morro de medo que a temperatura se eleve subitamente e elas tenham algum tipo de complicação como por exemplo, uma convulsão febril.

Vale a pena ficar de olho na hidratação da criança também. Ofertar líquidos com maior frequência ajuda mantê-los hidratados. Por aqui a água de coco faz bastante sucesso!

Já escrevi posts explicando tudo o que você precisa saber quando a criança está febril  e os tipos de termômetros. Hoje, encontrei dicas básicas para lidarmos com a febre sem pânico e sabermos quando é preciso procurar o pediatra.

Meu filho está com febre. E agora?

Deu febre? Confira as dicas básicas:

  • Fique atento a sintomas como prostração e sonolência.
  • Caso a criança esteja com febre (temperatura acima de 37,5ºC), dê um banho com água morna.
  • Temperatura em torno de 37,8ºC: ofereça o antitérmico de rotina para prevenir a elevação da temperatura (com a dosagem prescrita pelo seu pediatra).
  • Se a criança já teve convulsão febril, é possível que o quadro se repita. Não se apavore! Elas são benignas e não causam danos neurológicos se ocorrerem entre os 6 meses e os 6 anos da criança.
  • Quando a febre se manifestar isoladamente, não há restrição alimentar.
  • Se a febre não ceder em até 5 dias ou se aumentar em 48 horas, é necessário atendimento pediátrico.
  • Na dúvida, entre sempre em contato com o seu pediatra!

Fonte: Revista Canguru – nº 17

Comentários

About Author