Importância da mastigação

Sabem aquele ditado: “Casa de ferreiro, espeto de pau”?!?!? Pois é… Vou abordar um tema agora super importante e que passei anos na faculdade e pós graduação estudando (sou fonoaudióloga), mas que por vários motivos, não consegui aplicar efetivamente na Laura! Hoje percebo que facilitei muito a vida dela, dando comidinhas mais moles, pastosas e não muito secas, tornado esse tipo de alimento a sua preferência. Atualmente, quando ofereço um alimento mais sólido e principalmente mais fibroso, que demanda uma mastigação mais efetiva, ela recusa!

Portanto mamães de plantão, esse post além de trazer informações bacanas, ele serve como um alerta para que vocês incentivem sempre a mastigação dos seus filhos!

Beijos!!!

Importância da mastigação para o bebê

De acordo com a fonoaudióloga Patrícia Antoniazi, quando o bebê entra em contato com os alimentos com sabores, texturas e sabores distintos proporciona experiências sensoriais que vão ensinar os movimentos certos para a sucção, mastigação e deglutição.

O bebê percebe que consegue cortar alimentos na boca e que é capaz de ingerir os alimentos em pedaços, porque os músculos das bochechas, lábios e faringe ficam mais fortes. Enquanto o bebê aperfeiçoa a sua técnica de mastigação, a sua mandíbula e maxila se desenvolvem.

É importante incentivar o bebê a mastigar os alimentos desde cedo. A preguiça de mastigar acontece pela falta de experiência causando hipotonia dos músculos da língua, lábios e bochecha. Isto é, a flacidez desses músculos é provocada pela falta de exercício na região oral, trazendo sérios prejuízos, em especial, na formação dos dentinhos e aquisição da fala.

6 dicas para o bom desenvolvimento da mastigação do bebê

  • Evite passar os alimentos no liquidificador ou na peneira
  • Para que o bebê se acostume com as texturas, amasse os alimentos com um garfo
  • Conforme o bebê for crescendo, aumente os pedaços dos alimentos amassados
  • Dê preferência às colheres de silicone, pois além de serem mais seguras se o bebê mordê-las, não esquenta como as de metal
  • Ofereça alimentos de diversas texturas, não dê apenas os alimentos mais “fáceis” de mastigar, como bisnaguinhas e carne moída
  • Incentive seu filho a comer todos os tipos de alimentos para que sua mastigação seja eficiente

Fonte: bolsademulher.com

mastigação

Comentários

About Author