Temos o maior emprego de nossas vidas: somos mães!

25/05/2015

comente

Guardar ou não as células do cordão umbilical?!?!

Mamães e Papais

Uma das maiores dúvidas que tivemos no final da gestação, foi optar ou não pela coleta das células do cordão umbilical. Somos bombardeados com um monte de informações, panfletos e depoimentos que nos deixam um pouco perdidos além do apelo emocional muito forte.

É muito difícil! Você fica pensando: e se eu não fizer a coleta e um dia minha filha precisar? E se essa fosse a única chance dela? Eu jamais me perdoaria…

Assistimos várias palestras, pesquisamos muito, conversamos muito com amigos médicos especialistas e acabamos optando por não fazer a coleta.

A nossa decisão foi baseada em argumentos médico- científicos que nos convenceram de que armazenar o sangue do cordão em um banco privado era uma aposta num futuro que a ciência ainda não comprovou.

Infelizmente também não conseguimos doar para o banco público, porque a maternidade que as meninas nasceram não era credenciada.

Enfim… Como esse assunto é muito polêmico e comercial, acho que vale a pena pesquisar e buscar muitas informações antes de qualquer decisão. Procure discutir com o seu médico, com o futuro pediatra do seu filho para que vocês, futuros papais, tomem uma decisão consciente e tranquila, seja ela para optar por guardar as células do cordão umbilical ou não!

Fiz uma pesquisa dos Prós e Contras da coleta de células-tronco. Espero que possa ajudá-los de alguma forma!

E os papais que já passaram por esse dilema? Qual foi a decisão de vocês? Conte para nós!

Beijos!

VANTAGENS:

– 100% compatível com o bebê

– Alta compatibildade com pais e irmãos

– Disponibilidade do material imediata

– Grande potencial terapêutico para tratamento das seguintes doenças: Linfomas, tumores sólidos, Mieloma múltiplo, Leucemias agudas.

– Coleta não invasiva.

Referências: Crio Gênesis, Centro de Criogenia Brasil e Cryopraxis

DESVANTAGENS:

– O banco privado, tem legislação específica, com cunho comercial, com ônus para as famílias que desejam armazenar o sangue.

– As indicações e aproveitamento do material são duvidosas, já que não existem publicações cinetíficas suficientes para comprovar a sua eficácia

– A Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea afirma que não há razão para o armazenamento do material sendo que ele realmente seria utilizado em 4% dos casos.

– Nos casos de Leucemia, o transplante autólogo (do sangue armazenado da própria pessoa) não faz sentido, pois a doença já está impregnada na célula, desde o nascimento.

celulas cordao

Referências: Inca, Revista Crescer

Kika Nalli

0    comentários
1  AMEI!

Deixe uma resposta

clique aqui para carregar a versão desktop

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br

já curtiu a nossa fanpage?
siga o nosso instagram:
@promovidaamae

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br