Exames realizados no bebê ainda na maternidade

Como diz aquele ditado: “Prevenir é remediar”. A prevenção não só afasta o diagnóstico de algumas doenças, mas também otimiza e aumenta as chances de sucesso de um eventual tratamento.
Hoje em dia alguns exames já são obrigatórios, outros, algumas maternidades da rede particular, disponibilizam como um serviço à parte.
O importante é que o Recém-nascido já saia com os exames principais realizados e os resultados já analisados pela equipe do berçário.
Quando a Laura nasceu, praticamente somente o teste do pezinho e  a tipagem sanguinea eram obrigatórios. Complementamos com o teste do pezinho ampliado e o teste da orelhinha.
Já quando a Luísa nasceu além do teste do pezinho e tipagem sanguínea, o teste da orelhinha e do coraçãozinho tornaram-se obrigatórios. Tinha pesquisado sobre o assunto algumas semanas antes dela nascer e fiz algumas anotações.
Acho legal termos o conhecimento disso , pois só assim poderemos exigir o que temos direito e correr atrás do que for melhor para o nosso bebê!
Espero que ajude um pouquinho!
Beijos!!!
* Teste do Pezinho básico:
– Objetivo: Detectar Fenilcitonúria, Hipotireoidismo, Fibrose cística e Hemoglobinopatias
– Quando: 48 horas após o nascimento
– Como: coleta de sangue através de um furinho no calcanhar ou da veia do bebê. O bebê precisa ter sido amamentado.
– Disponibilidade: Obrigatório e gratuito
* Teste do Pezinho ampliado:
– Objetivo: diagnosticar mais de 30 doenças (problemas genéticos, metabólicos e doenças infecciosas)
– Quando: 48 horas após o nascimento
– Como: coleta de sangue através de um furinho no calcanhar ou da veia do bebê. O bebê precisa ter sido amamentado.

– Disponibilidade: Não obrigatório, pode ser solicitado como um serviço extra nas maternidades da rede particular

* Tipagem Sanguinea:
– Objetivo: Detectar o tipo sanguíneo do bebê (A, B, AB ou O e fator RH )
– Quando: Ao nascer
– Como: Coleta de uma amostra de sangue pelo cordão umbilical.
– Disponibilidade: Obrigatório e gratuito
* Teste da Orelhinha:
– Objetivo: Detectar Perda Auditiva
– Quando: ainda na maternidade
– Como:Realizado por um Fonoaudiólogo, preferencialmente com o bebê dormindo. É introduzido uma sondinha no ouvido da criança que emite sons inaudíveis que identificam perdas auditivas

– Disponibilidade: Obrigatório e gratuito

* Teste do Olhinho:
– Objetivo: Detectar alterações oculares
– Quando: Na primeira semana de vida
– Como: Através da emissão de um feixe de luz nos olhos da criança, o médico observará a presença de uma cor avermelhada e contínua. isso significa que os olhos estão saudáveis.

– Disponibilidade: Obrigatório em algumas cidades.

* Teste do coraçãozinho:
– Objetivo: Detectar problemas cardíacos como defeitos nas válvulas do coração.
– Quando: Ainda na maternidade
– Como: Através de um aparelho chamado Oxímetro. Ele mede o nível de oxigenação do sangue e é comparado por dois membros da criança. Se houver diferença entre eles, pode sugerir algum problema cardíaco.
– Disponibilidade: Algumas redes públicas disponibilizam o exame.
* Teste do quadril:
– Objetivo: Detecta encurtamento nos membros e osteartrose precoce
– Quando: Ainda na maternidade
– Como: Através de uma manobra de movimento dos membros chamada Ortolani.
– Disponibilidade: Obrigatório em algumas cidades.
* Teste da linguinha:
– Objetivo: Identificar possíveis problemas de mastigação, sucção e dificuldades na fala – “Língua presa”
– Quando: Ainda na maternidade
– Como: avaliação de possíveis irregularidades do frênulo lingual

– Disponibilidade: Tornou-se obrigatório em Junho/2014. As maternidades tem 180 dias para se adequarem ao novo exame.

Comentários

About Author