Exame para Estreptococo B na gravidez

Exame para Estreptococo B na gravidez: Para que serve? Quando devo fazer? Como é feita a coleta?

 

Soube do exame para Estreptococo B ou teste do Cotonete, no finalzinho da gravidez da Laura… Até então nunca tinha escutado falar desse exame! Meu obstetra na época solicitou por volta da 34ª semana e lembro que era um exame bem diferente…

Tanto na gravidez da laura como da Luísa meu exame para Estreptococo B veio positivo e apesar das duas terem nascido por cesárea, tive que internar algumas horas antes para tomar um antibiótico na veia.

Apesar de ser um exame recomendado pelo ministério da saúde vale a pena ficar atenta se o seu obstetra irá pedir ou não! O contágio com essa bactéria pode ser fatal para o bebê, portanto independente da forma de parto vale a pena conversar com ele sobre a possibilidade de realizar o teste.

Teste do Cotonete ou Exame Estreptococo B

O que é o Estreptococo B?

É uma bactéria comum que habita o trato gastrointestinal e a flora vaginal da grávida.

A infecção por estreptococo do grupo B na vagina não é considerada uma doença sexualmente transmissível, porque muitas vezes a área genital pode ser contaminada pelas bactérias que vivem na própria mulher.

Essa bactéria é perigosa?

Para a mãe ela é um organismo inofensivo na maioria das vezes, porém pode ser bastante agressiva para os recém nascidos na hora do parto, principalmente os prematuros.

O estreptococo do tipo B pode causar a sepse neonatal precoce, uma infecção que afeta o sangue e que pode ser muito perigosa. Também pode causar outras doenças como a pneumonia e a meningite logo na primeira semana de vida. Também pode deixar sequelas.

Como é feito o exame para o Estreptococo B na gravidez?

A análise é rápida e simples: consiste em retirar, com a ajuda de um cotonete, amostras da cultura de bactérias da região vaginal e anal. Posteriormente, o especialista irá conferir se a bactéria estreptococos do grupo B está habitando a região íntima da mãe. O resultado do exame sai em poucos dias.

Quando devo realizar o exame para Estreptococo B?

A recomendação é realizar esse teste entre a 34ª e 37ª semana  justamente porque, quanto mais perto de dar à luz, mais a flora vaginal se manterá parecida com a do momento do parto.

Meu resultado deu positivo. O que isso significa?

Fique calma porque enquanto o bebê estiver dentro do útero, não há chances de infecção. O risco só se apresenta mesmo na hora do parto, momento em que as bactérias podem passar para o recém-nascido.

Até uma em cada quatro grávidas apresenta resultado positivo para essa bactéria.

Qual o tratamento?

A gestante será tratada com antibióticos na veia durante o trabalho de parto ou horas antes da cesárea. O objetivo é dar o remédio enquanto acontece o trabalho de parto, durante pelo menos quatro horas antes do nascimento. Portanto se você souber que tem resultado positivo, não espere muito para ir para o hospital quando desconfiar de que o trabalho de parto começou, para garantir que há tempo de tomar o antibiótico.

Como os principais antibióticos usados são a penicilina e a ampicilina, é importantíssimo alertar à equipe médica se você for alérgica a alguma dessas substâncias.

Fontes: Baby Center Brasil  / Revista Crescer
.

Comentários

About Author