Desfralde diurno

Assunto muito falado entre as mamães é o desfralde, não é mesmo?
Quando o Rafa tinha um ano e sete meses, pediu para fazer xixi na privada e levei um susto. Achei super cedo pra ele ter essa iniciativa. Ainda mais por ser primeiro filho…
Ele realmente estava com vontade e fez! Elogiei, disse que estava ficando grande, etc. Ele ficou super feliz e deixei ele livre pra fazer quando quisesse, pois como eu estava grávida, sabia que com o nascimento do irmão ele poderia dar uma regredida.Quando o irmão nasceu, realmente ele parou de pedir para fazer no penico. (como eu previa… Hehe). E deixei ele tranquilo. Sem pressionar nada nada.Depois de uns três meses de vida do Felipe, ele voltou a pedir com frequência para fazer no peniquinho, mas tive que esperar pois estava com uma diarreia que não passava (já falei sobre isso. Veja aqui).
Assim que ele melhorou, no dia seguinte tirei a fralda! Deu suuuuper certo!
Lembro que comprei um livro muito legal que fala sobre o tema e ele amou. Chama “O que tem dentro da sua fralda”, de Guido Van Genechten.

E a escola ajudou muito nesse processo também (faça sempre esta troca). Avisei as professoras que o problema do piriri tinha sido resolvido e eu tinha tirado de vez. Elas fizeram um ritual chamado bye bye dippers (tchau para as fraldas). Esse dia ele levou um monte de cuecas e escolheu uma que quisesse colocar e jogou sua fralda no lixo.  Em seguida, utilizou a privada. Todos elogiaram ele, que estava grande, um moço. Tãaaao legal!!!E como foi o desfralde diurno de vocês? Em breve falarei sobre o noturno dele que aconteceu nestas férias!!!. A Kika já falou como foi com a Laura (veja aqui).

Beijocas

Esse é o livro que citei e é muuuuuuito legal como incentivo no desfralde.
Esse é o penico que usei no desfralde. Depois do número 1 ou 2 toca música..rsrs. Ele adorava!!!
Esse é o redutor de assento que uso hoje. Ele é rígido e não fica “sambando” na privada. A criança se sente segura.
 
Comentários

About Author