Contrações de Braxton-Hicks

Quando engravidei, li bastante sobre tudo que ia acontecer com meu corpo e com o bebê durante os nove meses.
Uma das coisas que eu não sabia era que existiam as contrações de treinamento, ou melhor, contrações de Braxton-Hicks.
Na gravidez do Rafael comecei a sentir perto de 30 semanas. Eram indolores. Minha barriga ficava beeeeem dura por um tempinho e depois voltava ao normal. Quando comecei a sentir já sabia do que se tratava.
No caso do Felipe eu comecei a sentir estas contrações bem antes. E com 32 semanas se tornaram frequentes e tive que desacelerar!
Abaixo um texto explicativo sobre o que são as contrações de Braxton.
Contrações de treinamento 
  •       Acontecem só algumas vezes por dia, e não mais que duas vezes por hora;
  •       Normalmente param quando você muda de atividade. Se você passou muito tempo sentada, levante-se e caminhe. Se ficou muito tempo de pé, sente-se ou deite-se;
  •       São irregulares, não pegam ritmo. Ou, se pegam, é só por um período curto;
  •       Não são muito compridas: duram menos de um minuto;
  •       Não vão aumentando de intensidade;
  •       Podem atingir só uma parte da barriga;
  •       Podem ser deflagradas pelos movimentos ou pela posição do bebê.
Contrações do trabalho de parto 
  •       Mais compridas: a barriga fica dura por mais tempo;
  •       Mais regulares;
  •       Mais doloridas;
  •       Não param de vir. Cada uma que vem é mais forte que a outra, e o intervalo entre elas vai ficando cada vez menos;
  •       Não melhoram se você mudar de atividade;
  •       Atingem a barriga inteira e às vezes as costas;
  •       Não dependem da posição ou da movimentação do bebê.
O ritmo é o mais importante, preste atenção nele. Sempre que perceber que está tendo várias contrações, marque o horário, para acompanhar o intervalo entre elas.
Quando devo me preocupar com as contrações?
Procure atendimento médico se:
  • Para quem está com menos de 37 semanas
Se a contração for acompanhada de secreção vaginal parecida com água ou sangue. Podem ser sintomas de rompimento da bolsa ou de problemas com a placenta.
Se sentir mais de três ou quatro contrações em uma hora, ou se elas estiverem vindo em intervalos regulares. Pode ser sinal de trabalho de parto prematuro.
  • Para quem está com 37 semanas ou mais

Você só precisa procurar o médico quando suas contrações durarem cerca de 60 segundos cada uma e acontecerem a um intervalo de cinco em cinco minutos, tirando as mulheres com histórico de parto rápido ou que morem muito longe do hospital. Nesses casos, é melhor procurar orientação se as contrações estiverem regulares, independentemente do intervalo.
Fonte: (babycenter)
Como é ou foi por aí?
Beijos

 

Comentários

About Author