Como fazer meu filho tomar água

Qual a quantidade de água que seu filho toma?

Graças a Deus por aqui meus dois filhos tomam muita água, principalmente meu mais velho.

Suco geralmente oferecemos quando vamos em restaurantes, finais de semana e o Felipe leva de lanche na escola. Rafa nem leva, pois prefere água mesmo.

Eles nunca tomaram refrigerante e enquanto eu puder evitar vou.

Mas Fefa por quê? E como você fez para eles tomarem com frequência?

Eu acredito que hábito é tudo. Desde pequenos ofereço sempre. Não achem que eles tomavam amando não. Pelo contrário. Não curtiam!

Eu dava de pouco em pouco na COLHER.. Aí quando começaram a aceitar fui aumentando a quantidade até tomarem bastante. Aqui a colher foi uma super aliada. Acho uma dica legal! Fora a paciência. Não desista! Água é com certeza o melhor líquido a oferecer pros pequenos.

Boa leitura!

Beijocas

Você toma água com frequência? E o seu filho? Hidratante natural, ela ajuda a manter o organismo saudável, contribuindo para o bom funcionamento do aparelho circulatório, do fluxo sanguíneo, do intestino e de muitos outros órgãos do corpo humano. Daí a sua importância.

Segundo Claudia Hallal Alves Gazal, do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a água deve ser incluída no dia a dia dos pequenos a partir dos 6 meses. O que acontece é que muitos são acostumados, precocemente, a consumir líquidos doces, como sucos artificiais, achocolatados e chás. Em geral, porque a família também tem esse hábito. Com isso, tornam-se resistentes a tomar um líquido sem sabor. Mas é possível (e preciso!) reverter essa situação.

Para isso, você será o exemplo. Além de explicar a importância da água pura, incentive, tomando-a junto com o seu filho e oferecendo a bebida em um copo de que ele goste muito. Durante o dia, ainda, tanto você quanto quem fica com a criança, deve dar o líquido em pequenas quantidades, e sempre longe das refeições. Isso porque a água pode criar uma falsa impressão de saciedade e impedir que a criança se alimente corretamente.

Durante o período de adaptação da criança, é preciso paciência e persistência. Caso ela resista no começo, uma alternativa é oferecer, eventualmente (e de forma provisória), sucos naturais, sem adição de açúcar. Jamais use como estratégia adicionar um sabor à água para que a criança a aceite. “Não se deve espremer limão ou laranja. O importante é o líquido puro. Água é água. Suco é suco”, diz Alessandra Cavalcante, pediatra do Hospital e Maternidade Rede D’Or São Luiz (SP). Frutas com grande quantidade de líquido também são ótimas opções de hidratação, como melancia, melão e abacaxi.

Necessidade de líquido varia com a idade

0-6 meses:

Necessitam de 700 ml diários de líquido. Bebês que se alimentam exclusivamente de leite materno nessa idade não precisam tomar água, pois a amamentação já cumpre o papel da hidratação.

6-12 meses:

800 ml de líquidos diários, incluindo nessa conta água, leite e alimentação complementar.

1-3 anos:

Precisam diariamente de 1.300 ml, contando alimentos sólidos e líquidos.

4-8 anos:

1.700 ml, sendo 1.200 ml somente de líquidos.

Fonte: Revista Crescer

Comentários

About Author