Briga de irmãos

Quando temos mais de um filho, nos deparamos com uma situação que muitas vezes nos chateiam: as brigas.
Que mãe ou pai não fica chateado ao ver seus filhos brigarem? Às vezes, esse cenário é maior do que gostaríamos, não é mesmo?
Eu não sei se eu tive sorte, ou foi a maneira que conduzi a situação, mas os meninos brigam pouco. São super amigos, unidos, companheirões mesmo!
Geralmente o confronto ocorre pela disputa de um brinquedo, ou na hora que o sono aperta, pelo meu colo ou atenção. Nada além do normal… Mas quando acontece, claro que me aborrece.
Mas faz parte… Acho que primeiramente em casa eles aprendem essa questão das diferenças, respeito, divisão, individualidade…  Primeiro deixo eles se virarem, tento deixar eles resolverem entre eles. Mas quando o bicho pega (partem para agressão física), intervenho e faço eles se olharem nos olhos, assumirem o erro, pedirem desculpas e ver que aquela situação magoou ou machucou o outro. Sempre o que fazemos têm um consequência, não é mesmo? Tento mostrar isso…
Temos que ter cuidado para não sermos injustos nessas horas também, né? Não é porque o filho mais novo é menor que não provoque mais…(aqui o mais novo é o que bate de vez em quando).
Bom, acredito que o melhor sempre é o diálogo, o estímulo do brincar junto, dividir, ajudar, se preocupar com o outro. Por aqui tem funcionado.
E com vocês? Os filhos brigam muito? Como vocês lidam com essa situação?
Beijos

Comentários

About Author