Temos o maior emprego de nossas vidas: somos mães!

19/12/2014

comente

Alergias

Colaboradores

Oi Pessoal. Hoje o tema que vamos dividir com vocês é alergias. Todos nós, em algum momento da nossa vida, teve algum tipo de alergia. Seja a picada de insetos, alimentos, ácaros, medicamentos, etc.. A Dra. Ellen Dantas vai esclarecer algumas dúvidas sobre esse tema que deve ser tratado com cuidado e atenção por nós mamães e papais. Boa leitura.
Beijocas
O nosso sistema imunológico pode ser considerado um exército pronto a combater agentes infecciosos que entrem em contato com nosso organismo. Algumas vezes, substâncias que fazem parte do ambiente e que não causam problemas para a maioria das pessoas, podem desencadear uma reação inapropriada desse nosso sistema de defesa. Essas substâncias podem ser provenientes de ácaros, epitélio de animais, alimentos, medicamentos, insetos, entre outros. Essa resposta imune “diferente” é chamada de alergia.
1- Que tipos de alergias as crianças geralmente têm?
As doenças alérgicas são comuns na infância, com uma grande variedade de sintomas e de gravidade. Vamos falar sobre algumas delas.
Asma:
É uma doença inflamatória crônica das vias aéreas comum na infância.  Pode causar crises de sibilância (chiado no peito), falta de ar e tosse. A tosse pode piorar à noite ou pela manhã e também após atividades físicas.
Geralmente há períodos de exacerbação e de remissão e muitas crianças deixam de apresentar os sintomas com o passar dos anos.
As crises frequentes podem comprometem a qualidade de vida da criança, que muitas vezes precisa faltar na escolar para ser lavada ao medico ou até ser hospitalizada. Hoje existem tratamentos seguros e eficientes para controle da doença.
Rinite Alérgica:
Caracteriza-se por coriza, espirros, obstrução e prurido (coceira) nasal. Muitas vezes a mãe acredita que a criança esteja sempre resfriada, outras vezes acha que tem uma “mania”de coçar o nariz.
Quando não tratada, a rinite alérgica pode comprometer a qualidade de vida da criança e pode levar a outras doenças respiratórias.
– Dermatite atópica:
É uma das doenças crônicas da pele mais comuns na infância, principalmente entre as crianças e adolescents com história familiar de alergia. O sintoma mais importante da doença é o prurido (coceira), devido a uma pele ressecada, com hiperemia (vermelhidão) em áreas específicas qua variam de acordo com a idade.
O inicio dos sintomas pode ser bem precoce e muitas crianças com dermatite atópica desenvolvem posteriormete quadros de rinite alérgia e/ou asma.
– Urticária:
Causa manchas vermelhas elevadas, pruriginosas, com tamanhos variados (milímetros a alguns centímetros) que podem aparecer em todo o corpo. Nos casos chamados de agudos desaparecem em menos de 6 semanas. Algumas vezes pode ocorrer também inchaço de lábios ou olhos, quadro conhecido como angioedema.

2-  Quais os exames que podem ser feitos para descobrir alergias?
Nem sempre é fácil descobrir a causa da alergia de uma criança.
O mais importante num primeiro momento não é um exame laboratorial específico, mas a história detalhada de tudo o que aconteceu com ela desde o nascimento e seu exame físico.
Quando há necessidade de complementar a investigação com exames, há testes que variam de acordo com cada doença.
Exames de sangue e testes cutâneos podem indicar sensibilização a ácaros, fungos, alimentos, entre outros, mas não resolvem todos os problemas. Exames normais às vezes não querem dizer que não exista nenhum tipo de alergia. Cada criança deve ter uma avaliação personalizada de acordo com sua doença para uma correta interpretação.
3 – Que cuidados tomar quando a criança entra em crise alérgica?
O tratamento da crise varia de acordo com a doença alérgica. Cada uma delas tem seu tratamento preventivo, para evitar que a criança chegue a ter uma crise.
Há situações leves que podem ser tratadas em casa. Mas casos graves, como anafilaxia por exemplo, devem ser levados o mais rapidamente possível ao serviço de emergência para tratamento adequado.
4- Quais são as causas e a prevenção da urticária?
A urticária aguda é comum e afeta aproximadamente  20% das pessoas em alguma fase da vida. As causas importantes em crianças são as infecções (virais ou bacterianas), a alergia alimentar e a alergia a medicamentos. Também pode ser desencadeada por estímulos físicos, como temperaturas extremas, frio, sol e exercício físico. Raramente evolui para forma crônica na criança, ou seja, duram mais de 6 semanas.
É importante que a causa tente ser diagnosticada e isso se faz através da avaliação detalhada pelo pediatra ou alergologista, algumas vezes com exames específicos.
A partir daí, poderá ser realizada a prevenção, afastando a criança do fator responsável pelas crises. Por exemplo, se o causador das crises for algum alimento, este deverá ser excluído da dieta da criança.
5-    Que alimentos geralmente causam mais alergias?
No Brasil, não há estudos específicos que mostrem quais alimentos mais causam alergia em nossas crianças. Isso seria importante porque há uma diferença nos costumes alimentares de cada país.
De uma forma geral, sabemos que alergias a leite, ovo, trigo e soja são mais comuns na criança, enquanto amendoim, castanhas, peixes e frutos do mar são mais frequentes em adultos. Mas outros alimentos podem ter importância de acordo com a dieta da criança.
Ellen de Oliveira Dantas
Pediatra, Alergista e Imunologiata clínica.
Mestre pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pesquisadora associada à Disciplina de Alergia e Imunologia da UNIFESP.
Professora na Faculdade de Ciências Médicas de Santos.

Promovida @ Mãe

0    comentários
0  AMEI!

Deixe uma resposta

clique aqui para carregar a versão desktop

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br

já curtiu a nossa fanpage?
siga o nosso instagram:
@promovidaamae

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br