Temos o maior emprego de nossas vidas: somos mães!

23/03/2016

comente

A gravidez e a nossa memória, ou falta dela!

Vida de Mãe

Já ouviu dizer que grávida fica esquecida e não lembra de nada???

Quando engravidei do meu primeiro filho essa teoria parecia mito, mas com o segundo lembro que fiquei bem lesadinha… Ainda bem que não foi na primeira gestação porque eu fazia faculdade e já pensou esquecer prova, trabalho, etc? rs

Obvio que eu não fazia de propósito, mas esqueci compromissos, recados, e por aí vai.

Achei uma explicação bem interessante em um site e vou dividir com vocês:

“Na gravidez, acontece um aumento da taxa de progesterona na mulher, o que pode levar a algumas alterações cerebrais. Isso mexe com certas funções do cérebro, principalmente com a área responsável pela atenção”, destaca a ginecologista e obstetra do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo (FMUSP), Fernanda Mikami. A médica esclarece, ainda, que esse hormônio pode causar um edema cerebral relativo – um inchaço em alguma parte do cérebro (ou em todo ele) causado pela dilatação dos vasos cerebrais. “Esse edema da massa encefálica afeta a parte cognitiva, mas o cérebro tende a voltar ao normal depois que o bebê nasce, já que a progesterona diminui. Porém, isso ainda leva por volta de 40 dias após o parto”, explica a Dra. Fernanda, lembrando que essas condições biológicas não atuam sozinhas durante a gravidez.

Desde que o primeiro teste de farmácia dá positivo, é mais do que natural que a mulher volte todas as suas atenções para o bebê que está a caminho. Fica imaginando se vai ser menino ou menina, qual nome escolher, como vai se sair como mãe… São tantas coisas que vêm com a novidade que as preocupações mudam mesmo. “Também tem essa questão emocional e, normalmente, uma ansiedade muito grande das grávidas. Além disso, outras mudanças no corpo e na rotina ajudam a piorar a falta de atenção”, aponta a especialista. “É logo no primeiro trimestre que essa sensação fica mais forte, porque além da progesterona, já começa a dificuldade para dormir. Como os seios doem, fica desconfortável deitar de bruços, por exemplo, e já é normal ter que se levantar várias vezes para fazer xixi. Essa privação do sono continua depois que o bebê nasce e outros fatores, como o cansaço e a alimentação deficiente, também deixam a mulher meio ‘desligada’”, finaliza. Fonte: MDEMULHER

E por aí? Vocês estão ou ficaram esquecidas?

Mandem pra gente suas histórias!!!

Beijocas

gravida-esquecida-838x558

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fefa Alfano

0    comentários
2  AMEI!

Deixe uma resposta

clique aqui para carregar a versão desktop

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br

já curtiu a nossa fanpage?
siga o nosso instagram:
@promovidaamae

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br