Temos o maior emprego de nossas vidas: somos mães!

 

25/02/2017

comente

Sorvete de água de coco e abacaxi

Alimentação

Gente, fala sério! No calor, nada cai melhor do que um sorvetinho! Pena que não dá para abusar…

Mas a receitinha de hoje é super refrescante, light e até termogênica!

Bora testar?

Beijos!

sorvete água de coco e abacaxi

Ingredientes:

1 xícara (chá) de água de coco

1 banana congelada

1 pitada de gengibre em pó

1/2 colher (chá) de baunilha

1 1/2 (chá) de abacaxi congelado e picado em pedaços grandes

Modo de Preparo:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até ficar um creme homogêneo

Desligue o liquidificador e retire o sorvete do copo usando uma espátula

Sirva em seguida

Rendimento: 4 porções com 70 calorias cada

Kika Nalli

0    comentários
0  AMEI!

24/02/2017

comente

Bomba de tirar leite (sem fio)

Vida de Mãe

Oie!

Post de utilidade pública para as gravidinhas e novas mamães de plantão.

Vi outro dia no Facebook uma reportagem que falava sobre uma nova bomba de tirar leite que é sem fio e sem barulho. Achei um máximo e vou compartilhar aqui com vocês essa super novidade, pois extrair leite não é das tarefas mais fáceis na fase de amamentação. Eu sofri horrores e tentei alguns tipos de bombas. A que melhor me adaptei foi a hospitalar da Medela. Eu aluguei, pois o preço é bem salgado pro tempo de uso e é mais um trambolhão pra guardar até esperar o próximo filhote.

O novo produto se chama Willow. (abaixo mais informações sobre)

Beijocas

15802597_1834830996799519_3852940467465355264_n

Tirar o leite materno com as tradicionais bombas não é das tarefas mais agradáveis ou fáceis. Porém, uma novidade apresentada na feira Consumer Electronic Show (CES) deste ano deve deixar muitas mães aliviadas. A “Willow Pump”, criação norte-americana, promete ser uma revolução na hora de amamentar.

A invenção promete extrair o leite silenciosamente, graças ao design que une bomba e bolsas de leite. E todo o volume do líquido e tempo de coleta são controlados por um aplicativo.

O aparelho é do tamanho de um seio e pode ser disfarçado dentro do sutiã, o que garante não só discrição, como mais mobilidade da mãe. Além disso, o produto afirma ser de fácil limpeza, já que pode ir para a máquina de lavar. (Fonte: UOL)

willow43

C1gnB8DVEAEeMwL

 

Fefa Alfano

0    comentários
1  AMEI!

23/02/2017

comente

Hiperemese Gravídica

Vida de Mãe

Na minha primeira gestação tive muito enjoo e vomitei diversas vezes. Lembro de ter que parar o carro algumas vezes e ter conhecido quase todos os banheiros do hospital que trabalhava… Os enjoos eram pior pela manhã e tinha que manter uma rotina de alimentação a cada 3 horas. Quando ficava muito tempo sem me alimentar os enjoos se tornavam mais intensos!

Na gravidez da Luísa, enjoei muito menos! Mas em ambas, como num passar de mágica, esses sintomas sumiram do 3º para o 4º mês de gestação!

Porém existe algo muito mais sério que pode realmente debilitar a grávida: Hiperemese Gravídica. Isso significa literalmente “excesso de vômitos na gravidez”. Aí gente! Que pena dessas mamães! Tudo bem que é pela melhor causa do mundo, mas cá entre nós, passar mal com enjoos e vômitos não é nada agradável. Fora o risco de desidratação e até desnutrição.

A notícia boa é que essa complicação não é muito comum e tende a sumir até o 4º mês de gestação.

Achei algumas explicações mais científicas sobre o assunto e vou compartilhar com vocês.

Para aquelas que estão passando por isso, não desanimem! A recompensa é mais do que gratificante! Muita força!!!!!

Beijos!

hiperemese

Quais são os principais sintomas?

 

  • vomita várias vezes por dia
  • vomita praticamente sempre que bebe ou come alguma coisa
  • está emagrecendo
  • não está conseguindo levar o seu dia-a-dia
  • nada faz a náusea melhorar (não consegue nem usar medicamentos anti-eméticos porque os vômitos não permitem)

Como é feito o diagnóstico?

Não existe uma definição única para a hiperemese. Há médicos que só a diagnosticam oficialmente quando a mulher emagrece mais de 3 kg em relação ao peso de antes da gravidez, ou entre 5% e 10% do peso do corpo. Ou então só dão o diagnóstico uma vez que a desidratação fique estabelecida.

Porque a hiperemese acontece?

Há vários fatores envolvidos, assim como no enjoo normal da gravidez, entre eles as mudanças hormonais. Mas os especialistas não sabem por que algumas mulheres têm mais tendência a sofrer de hiperemese que outras. Os principais fatores de risco são:

 

  • Gravidez de mais de um bebê
  • Ter mãe ou irmã que já tiveram hiperemese.
  • Já ter sofrido de hiperemese numa gravidez anterior.
  • Sofrer de enxaquecas ou de enjoos quando anda de carro, avião ou barco.
  • Ter alguma doença preexistente no fígado.
  • Ter problemas de tiroide.

Como é o tratamento?

O tratamento deve ser iniciado assim que os vômitos começarem a atrapalhar mesmo a sua vida. Procure o médico.
Mesmo que seu médico tenha preferido não dar remédio contra o enjoo, você vai precisar ser monitorada para evitar a desidratação e a desnutrição. Existem algumas complicações bem raras da hiperemese, como um tipo de encefalopatia (problema no cérebro), que é prevenível pela administração de vitamina B1.

Existem medicamentos antieméticos (antivômito) que são usados para a hiperemese, até em forma de supositório, mas eles são caríssimos, por isso são usados só em último caso. São considerados remédios de alta complexidade, muitas vezes utilizados no tratamento de câncer.

É provável que você só tenha acesso ao medicamento se for internada. Além disso, quando o vômito é tão grave, fica difícil tomar comprimidos. Há alguns remédios em forma de supositório, injeção ou que dissolvem na boca.

Os médicos também podem tentar remédios mais simples antes de recorrer aos especiais. Escolhas comuns são os anti-histamínicos (antialérgicos), esteroides ou metoclopramida. Mas só o obstetra pode receitar esse tipo de medicamento. Lembre-se de que, na gravidez, você não pode tomar nenhum remédio por conta própria, nem por indicação da farmácia.

Quais são os sinais de desidratação?

 

  • pouco xixi, ou xixi amarelo escuro.
  • boca extremamente seca e olho sem brilho
  • belisque o dorso da sua mão. Se a pele não voltar rápido para o lugar, procure o médico ou vá para o hospital.
  • Outros sinais preocupantes: tontura, dor abdominal, perturbações na vista, dor de cabeça, confusão mental ou presença de sangue ou bile no vômito.

O que pode ajudar?

 

  • Procure ajuda médica logo. Explique exatamente o que está sentindo e peça para ser tratada.
  • Peça ou aceite ajuda do parceiro, da família e dos amigos para as tarefas do dia-a-dia.
  • Obedeça às vontades do seu corpo em relação à comida. Atenda às vontades, siga seus instintos e fuja de tudo o que piorar o enjoo.
  • Mantenha-se hidratada. Beba tudo o que conseguir. Se não der, apele para cubos de gelo ou picolés.
  • Coma tudo o que der para suportar, saudável ou não. Quando você estiver melhor poderá se concentrar numa alimentação mais adequada.

 

  • Experimente soluções caseiras, junto com o tratamento médico. Bala e chá de gengibre podem ajudar (em quantidades moderadas). A acupuntura indica que há pontos nos pulsos que aliviam a náusea. Existem pulseiras que pressionam esses pontos.
  • Descanse o máximo que puder — e nada de culpa.
  • Converse com outras pessoas que sofreram ou sofrem do problema.

Fonte: Baby Center Brasil

 

 

 

 

 

 

Kika Nalli

0    comentários
1  AMEI!

clique aqui para carregar a versão desktop

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br

já curtiu a nossa fanpage?
siga o nosso instagram:
@promovidaamae

© promovida @mãe - Todos os direitos reservados | DESIGN: my wishes gallery | programação: webonfocus

Muitas das imagens aqui divulgadas não são de nossa autoria. Se alguma foto for sua e você desejar que
ela seja creditada ou removida, por favor entre em contato. Obrigada. contato@promovidaamae.com.br